Lyon : Basílica Notre-Dame de Fourvière

Basílica Notre-Dame de Fourvière, em Lyon
Basílica Notre-Dame de Fourvière, em Lyon

O que fazer em 1 hora em Lyon? Visitar a Basílica Notre-Dame de Fourvière, com certeza!

Viajei para Lyon a trabalho, num bate e volta que só me deixou 1 hora livre antes do início da minha reunião. O que fazer das 12h às 13h? Almoçar, nem pensar!

Descobri a Basílica Notre-Dame de Fourvière por acaso

Chegando na estação de metrô Vieux-Lyon, que dá acesso ao centro histórico da cidade, perguntei a um senhor como fazer para ir até a catedral. Na minha imaginação, a catedral seria o monumento mais importante, que mereceria ser conhecido.

Mas o senhor me respondeu que por ali só havia uma igreja, como se ela fosse banal, e apontou o dedo para o funiculaire, aquele bondinho que subia a colina, me dizendo que bonita mesmo era a Basílica. Não pestanejei e segui o conselho!

Detalhe: a tal igreja banal não tem nada de banal. É a Cathédrale Saint-Jean de Lyon, que também é bonita, mas menos imponente que a Notre-Dame de Fourvière.

A visita vale muito a pena, pela beleza exuberante da basílica, que me deixou de boca aberta, mas também pela vista ma-ra-vi-lho-sa de Lyon do alto da colina.

A Basílica Notre-Dame de Fourvière

Localizada na colina chamada Fourvière, a Basílica Notre-Dame de Fourvière é o monumento mais visitado do departamento do Rhône – com 2 milhões de visitantes por ano, contribuindo para a reputação internacional de Lyon.

O local é utilizado para cultos cristãos desde a antiguidade e principalmente para a devoção à Virgem Maria, que inspirou a construção de uma igreja no ano de 1192.

Com efeito, uma relação muito próxima liga Lyon à Virgem Maria. Em muitas ocasiões, a população da cidade apelou para que a Santa a protegesse.

Foi o caso em 1638, quando uma epidemia de escorbuto atacou as crianças de Lyon. Sem saber como tratar a doença, o povo fez procissão até o alto da colina, pedindo salvação. Pouco a pouco o escorbuto desapareceu e nunca mais voltou a Lyon.

O mesmo se repetiu em 1643 e 1832, contra a peste e o cólera.

Notre-Dame de Fourvière e a festa das luzes de Lyon, la fête des lumières

Nossa Senhora participa também da origem da festa tradicional que acontece todo ano no mês de dezembro em Lyon.

Em 1852, o novo sino da igreja deveria ser inaugurado no dia 08 de dezembro, mas fortes chuvas molharam os fogos de artifício. A população da cidade, em homenagem a Notre-Dame de Fourvière, iluminou cada janela com lampiões. E a tradição dura até hoje, todo ano na mesma época – la fête des lumières à Lyon!

Como ir até a Basílica Notre-Dame de Fourvière

Da estação de trem Lyon Part-Dieu, basta

  • pegar o metrô B com direção à Gare d’ Oullins
  • descer na estação Saxe – Gambetta
  • caminhar até a linha de metrô D, na mesma estação, e descer na estação Vieux-Lyon
  • dali basta pegar o bondinho funiculaire F2, que nos leva aos pés da basílica.

No total, esse trajeto dura uns 20 minutos.

Quanto custa?

O trajeto descrito acima pode ser feito com um único bilhete de metrô, que também é válido no funiculaire, já que não é preciso sair da estação para pegá-lo. Conte então dois tickets para a ida e a volta 😉

A visita livre da basílica é gratuita.
Para quem tem mais tempo, é possível se inscrever para uma visita acompanhada (contribuição financeira de acordo com as possibilidades de cada um) ou mesmo uma visita insólita (cerca de 10€ por pessoa).

Saiba mais

Notre Dame de Fourvière

Sobre Angélica Galvão 35 artigos
Sou uma brasileira que vive na França há 10 anos e que tem sede de novos conhecimentos e novas experiências, com o intuito de compartilhá-los. Mamãe de dois lindos garotos, companheira, filha, irmã, amiga, engenheira em informática e sistemas de informação (TI), blogger nas horas vagas :-)

Comente pelo Facebook

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*